Apresentação

O curso de Engenharia Industrial Madeireira foi criado no Brasil em 1998, na Universidade Federal do Paraná e, portanto, trata-se de uma das profissões mais novas no ramo da Engenharia.

A profissão foi idealizada para a formação de profissionais especialistas no conhecimento da Ciência, Tecnologia e Industrialização da Madeira, para que esse recurso natural tão valioso seja utilizado de forma sustentável.

A madeira é um dos materiais mais utilizados na história da humanidade. Na forma bruta ou de seus produtos, a madeira está presente no cotidiano de todas as pessoas, seja nas casas (portas, janelas, forros, pisos, molduras), no campo (moirões, construções rurais), móveis (berços, camas, mesas, armários), nos mais diversos tipos de papel (higiênicos, embalagens, impressão e escrita), energia (lenha, carvão vegetal, briquetes e pellets), construção civil (casas, estruturas de madeira, escoras, formas) e outros objetos (arte, brinquedos, decoração, palitos, lápis, etc.).

Além disso, alguns componentes químicos da madeira são utilizados em remédios, na indústria alimentícia, em tintas, solventes, desinfetantes, perfumes e muitos outros produtos químicos. Basta olhar ao redor e ver quantos produtos madeireiros utilizamos!

O Curso

O curso de Engenharia Industrial Madeireira da Universidade Federal do Espírito Santo foi criado em 2006 e já se encontra consolidado, com boa infraestrutura laboratorial e corpo docente qualificado.

• Duração do curso: 10 períodos – 5 anos

• Entrada: Sistema de Seleção Unificada (SISU), aos segundos semestres.

• 40 vagas disponíveis.

• Perfil dos ingressantes: afinidade com disciplinas de Matemática, Física, Química.

• Local de realização do curso: ciclos básico e profissionalizante (quatro períodos) – Centro de Ciências Agrárias e Engenharias – Alegre/ES

• Ciclo específico (cinco períodos): Departamento de Ciências Florestais e da Madeira – Jerônimo Monteiro/ES

• Estágio obrigatório supervisionado (último período): pode ser realizado em todo o território nacional ou mesmo no exterior.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho para o Engenheiro Industrial Madeireiro é bastante amplo, com possibilidade de atuação em todas as regiões do Brasil, bem como no exterior.

• Profissional liberal: consultor/ empreendedor
• Empresas privadas florestais e madeireiras.
• Órgãos públicos/Institutos de pesquisa.
• Instituições de Ensino Técnico e Superior.
• Profissão reconhecida pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA): título profissional código 131-07-01 Engenheiro Industrial – Madeira.

Atuação Profissional

• Indústrias madeireiras: serrarias, secagem da madeira, celulose e papel, painéis de madeira (MDP, MDF, OSB, dentre outros), energia de biomassa, tratamento da madeira e movelarias.
• Elaboração de projetos de estruturas de madeira: casas, pontes, dentre outros.
• Administração e gestão da produção.
• Planejamento e controle da produção.
• Gestão e controle da qualidade.
• Logística.
• Segurança no trabalho.
• Licenciamento ambiental.
• Fiscalização.
• Gestão de resíduos e controle de poluição em indústrias madeireiras.
• Projetos de Engenharia.
• Instituições de Ensino e Pesquisa.
• Serviço público.

Prof. Dr. Djeison Cesar Batista
Coordenador do Curso de Engenharia Industrial Madeireira – 2014-2016

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Gov. Lindemberg, nº 316 - Centro, Jerônimo Monteiro - ES | CEP 29550-000